?

Log in

 
 
24 June 2009 @ 11:18 pm
Pokémon, Gotta Cheat'em All!  
Joguei Pokémon para Gameboy pela primeira vez no final de 99, quando chegou o anime no Cartoon Network e com isso o ápica de popularidade. Nessa época eu ganhei meu GBC com a Pokémon Red (em alemão por sinal, não era nada fácil jogar :D ) e foi aquele sucesso que todo mundo deve lembrar.

No final de 2000 lançaram a versão americana de Gold/Silver, e em 2001 peguei a minha fita da Silver. Em 2004 foi lançado o remake de Red/Blue para GBA, as versões FireRed/LeafGreen que também comprei e joguei por um certo tempo. Por último Diamond/Pearl em 2007, que acabei comprando em 2008.

Sempre achei Pokémon um RPG diferente dos jogos por causa da questão das trocas, em que você tinha que trocar com outras pessoas para completar o jogo e com o sistema de batalhas contra outros jogadores humpor cabo link, coisa que praticamente não existia nos RPGs da época. Desde a minha primeira versão sempre gostei de jogar contra outras pessoas, pensar em estratégias diferentes, etc.

Até que com as versões para Nintendo DS surgiu a possibilidade de jogar/trocar com outras pessoas via Wi-Fi, assim facilitando o trabalho de ir aos locais. Novidade bem inovadora, até foi por causa disso que quis pegar um DS ao invés do PSP. E aí com isso comecei a jogar online no final do ano passado.

Joguei várias vezes, com várias pessoas diferentes de vários locais do mundo mas aos poucos vi que realmente não valia a pena. O número de pessoas que usavam GameShark (Dispositivo de cheat que permite modificar praticamente tudo em um jogo) e Flash Cards com times modificados desonestamente usando o "Pokésav" (editor de jogo salvo para Flash Cards) era absurdo. Coisa de tipo a cada 10 batalhas, 8 eram de jogadores "trapaceiros". Eu sempre fui contra essa questão de usar GameShark e afins nos jogos de Pokémon, mesmo sendo um jogo demorado para conseguir ter uma estratégia funcional e sempre joguei legitimamente. Preparei técnicas diferentes, perdi alguns (vários por sinal..) dias jogando pra conseguir ter um time bem treinado e bem equilibrado pra conseguir ter batalhas legais e desafiadoras. 

Dei uma pausa no final do ano, e esses dias resolvei jogar novamente para ver como estava a situação. Não mudou praticamente nada. O número de pessoas que trapaceiam no jogo hoje em dia continua tão alto que praticamente um jogador honesto não tem chance contra um cheater. E é triste ver como um jogo tão legal e promissor que continua durando por tanto tempo ter sua mecânica que fez com que atingisse o sucesso ser estragada por causa de pessoas que valorizam mais se acharem os melhores do que a jogabilidade em si.

Foi anunciado um remake de Gold/Silver para Nintendo DS para 2010, por sinal minha versão favorita (e de muita gente). Mas por causa desse problema  me desanimou completamente de querer jogar.

Fica aqui minha lástima em relação a Poké :P E foi bom enquanto durou. Só espero que um dia essas pessoas percebam que conseguiram estragar um dos jogos mais crativos que já foram feitos até hoje.

--

E pra terminar:

- O verão esse ano tá numa média entre 14 e 16C. Ano passado fez praticamente entre 26 e 30 o mês inteiro.
- Quero viajar de mochilão :D
- Mein Deutsch passt jetzt ganz gut, danke
- Sinto falta da Gi
 
 
Humor: nostalgicNômade
Ouvindo: Weird Al Yankovic - Fat
 
 
 
(Anonymous) on July 3rd, 2009 06:48 am (UTC)
Fierce
asehoauseha, pior que eu tava no wi-fi um dia desses, e 90% das pessoas lá usavam um Spiritomb hackeado -.-
Tem uma habilidade do Shedinja, chamada WonderGuard, que só deixa o pokémon tomar dano, se o ataque for uma das fraquezas né. Hackearam essa habilidade no Spiritomb, e como ele é Ghost/Dark, ele não tem fraquezas, então ele não toma dano! :) ADOREI VER ISSO ¬¬
Nunca mais fui no Wi-fi por causa disso ahoiuehaoiu XD